top of page
  • Foto do escritorIsabella Schmitt

Marketplace: o que é e como funciona esse modelo de venda online

Atualizado: 25 de ago. de 2022

Pensou em vender online, mas não sabe por onde começar?

Loja online. E-commerce. Redes sociais…


Muitas opções, mas existe uma em especial que pode ser uma excelente alternativa para quem está começando a vender online ou simplesmente quer expandir a visibilidade do seu negócio: o marketplace.

O que é o Marketplace?


De uma maneira bem simples, o marketplace é como um shopping virtual, onde diversos outros negócios podem vender seus produtos.


Essa diversidade de segmentos, ofertas possibilita que o consumidor compare preços, frete em um mesmo ambiente digital. Sem precisar ficar realizando diversas pesquisas e visitando diferentes sites.

Para você que possui um negócio, o marketplace possibilita que alcance mais pessoas.


Em geral, temos grandes marketplaces conhecidos que acabam atraindo mais a atenção e s preferencia do consumidor, como no caso das Americanas, Shoptime, Magazine Luiza, etc. Ou grandes nomes no segmento de usados, como o Enjoei.


Curiosidade: o marketplace surgiu no Brasil, por volta de 2012, acredita?!


Como ele funciona?


Como comentamos, o marketplace é um grande shopping virtual. Para ele funcionar, existem três partes importantes: o administrador do marketplace, os vendedores e os consumidores.


Funciona assim, os administradores do marketplace gerenciam a plataforma, proporcionando assim um espaço de vendas já pronto para que outros vendedores possam utilizar o sistema para vender seus produtos/serviços. Também são responsáveis pela reputação do nome do marketplace, o que ajuda na confiança dos consumidores.


Você, como vendedor, para participar desse marketplace precisam fazer um cadastrado.


Depois do cadastro aprovado você pode personalizar algumas coisas na sua página, adicionar seus produtos/serviços, etc. Aqui vale um detalhe importante: os marketplaces ou cobram comissões sobre as vendas, ou uma mensalidade para usar a plataforma, fique de olho!


E o consumidor acessa o marketplace e encontra uma diversidade de produtos e preços, compra em um mesmo site de forma simples e segura.


O marketpace pode ter um segmento específico, como a Netshoes ou pode vender todo tipo de produto, como o caso das Americanas.


Vantagens desse modelo de venda


Agora que você já está familiarizado com o marketplace, é hora de conhecer algumas das vantagens desse modelo de venda. Fique atento para saber se é o match perfeito para o seu negócio!

1. Alta visibilidade


Com a visibilidade e reconhecimento do marketplace, o público se sente mais à vontade para comprar e nesse ponto seu negócio ganha visibilidade. Claro, que além do destaque por estar em um marketplace também é importante investir em uma boa comunicação com o público, além de explorar as redes sociais para potencializar as suas vendas!


2. Menor custo inicial

O marketplace já disponibiliza uma plataforma pronta para receber o seu negócio. Isso significa que você já começa com toda a estrutura tecnológica, segurança e o sistema para receber os pagamentos.


Vale ficar de olho nos valores que cada plataforma de marketplace pode cobrar, assim como as taxas para que use o sistema.


3. Maior diversidade de público


Assim como você recebe muito mais visibilidade, o público também se torna mais diverso, o que pode ser muito bom. Afinal, aquele consumidor que jamais pensou em encontrar o seu negócio, pode virar um cliente por encontrar seus produtos/serviços no marketplace.

4. Mais possibilidades de vendas


Com maior visibilidade e diversidade de público, suas vendas crescem também. Tudo está interligado!


Claro que você ainda deve pensar em proporcionar uma boa experiência de compra, um canal de comunicação simples e transparente com o cliente além de boa base de preços. Tudo isso junto contribui para que suas vendas sejam um sucesso!

Desvantagens desse modelo de venda


O marketplace pode ser uma ótima alternativa para aumentar suas vendas ou para quem está começando, mas mesmo assim com tantas vantagens é importante ficar atento as desvantagens. Pois, alguns pontos, a longo prazo, podem não se encaixar com a sua prospecção de negócio.


1. Depender do Marketplace


Uma das maiores desvantagens é depender da plataforma de marketplace. Apesar de toda segurança, se ocorrer qualquer imprevisto com ela o seu negócio será prejudicado.


Da mesma forma, se ela encerrar as atividades, o seu negócio se prejudica. Além disso, você não consegue usar filtros para conhecer melhor quem é o seu consumidor e assim ter estratégias mais eficazes.


2. Grande concorrência


Do mesmo jeito que o seu negócio ganha uma maior visibilidade os negócios concorrentes também recebem, e isso gera um possível problema: a competitividade de preço. O que pode ser ótimo para o cliente, para o seu negócio deve ser visto com muito cuidado, pois pode comprometer sua margem de lucro.


3. Taxas cobradas pelo marketplace


Assim como tudo na vida, o marketplace também possui taxas. Que variam de plataforma para plataforma, algumas possuem taxas extremamente altas e que não compensam a longo prazo.


4. Falta de reconhecimento do seu negócio


Justamente por estar entre tantos concorrentes e em uma plataforma que não é possível customizar para deixar com a cara do seu negócio. A sua marca pode acabar caindo no esquecimento e não sendo lembrada.


Por isso você pode explorar outras formas de conquistar aquele cliente para que ele volte a comprar com o seu negócio, como oferecer brindes, bilhetes, cupom de desconto, uma experiência de compra positiva, etc.


5 marketplaces mais populares no Brasil


Hoje, existem várias opções de marketplaces disponíveis, por isso, pesquisar é essencial para saber qual é a mais vantajosa, seus prós e contras, assim como buscar saber a opinião de outros vendedores.


  1. Mercado Livre: Popular no Brasil, mas também um dos maiores sites da América latina. Nele o vendedor tem uma ampla variedade em meios de pagamentos, além de uma visibilidade grande.

  2. Amazon: Popular no mundo inteiro, a Amazon se destaca pela eficiência nas entregas e por já ser um nome lembrado por todos.

  3. Magazine Luiza: Começou com lojas físicas, mas hoje também dominam o meio digital. Em 2020 se destacaram por criar um sistema que facilita a migração de negócios para o digital (e para o seu marketplace!).

  4. B2W Magazine: A B2W é o grupo responsável pelas lojas Americanas, Shoptime e Submarino. Ambas as lojas são lembradas e transmitem confiança ao consumidor, e possuem um sistema de comissão interessante.

  5. Netshoes: Líder do segmento de produtos esportivos na América Latina, possuí um sistema nichado, que atende a todas as necessidades de quem ama esportes.

Split de pagamentos no marketplace


O split de pagamento é o responsável por fazer a divisão dos valores pertencentes a cada uma das partes envolvidas na venda, dentro de um marketplace.


Imagine a seguinte situação: o consumidor comprou três produtos diferentes, de diferentes vendedores em um marketplace. A compra é feita de uma única vez, assim como o pagamento. Esse pagamento precisa ser divido entre os três vendedores, além de enviar para o marketplace a parte dele sob a venda.


É nessa hora que o split de pagamento atua.


O split de pagamento permite a divisão de um pagamento online de um consumidor com dois ou mais recebedores envolvidos na venda. Bem como no exemplo de cima.


Tudo de forma automática e segura. Prático, não é mesmo?


Seu marketplace na Safe2Pay


Aqui na Safe2Pay, a gente oferece todo o suporte que o seu sistema de marketplace precisa para gerenciar as vendas, parceiros e todo suporte técnico que precisar.


Revolucione sua gestão financeira com nossas soluções e simplifique suas vendas online!


Quer saber mais, clique aqui para saber mais sobre o marketplace.

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page