• Isabella Schmitt

Banking as a Service: a tendência que veio para descomplicar o sistema financeiro

Basta uma breve olhada nos últimos assuntos ligados ao mercado financeiro para vermos que muitas inovações e loções estão chegando para simplificar a nossa vida. Seja por meio do pix e seus diversos recursos para pagamentos instantâneos, seja pela implementação do


Open Banking (Sistema Financeiro Aberto) que promete deixar ainda mais simples e competitivo o sistema financeiro atual.


O BaaS vem justamente para trazer agilidade em oferecer os serviços bancários de forma simples e sem burocracia. Se quiser entender de vez essa tendência que veio para ficar do "as a service" segue com a gente nesta leitura!


E se você ainda não está entendo bem o que é o movimento do Open Banking, a gente te indica esse post: O Open Banking está aí e a gente te conta as vantagens e como ele vai funcionar!

 

O universo de "as a service"


Se chegou aqui e ainda não está entendendo o que é a tendência do "as a service", fica tranquilo que a gente te explica agora!


Traduzindo para o português, o as a service é como um serviço. Um dos principais conceitos que envolvem o "as a service" é justamente entregar e proporcionar ao usuário soluções práticas e alinhadas com a necessidade que precisam ser atendidas naquele momento. Podendo ser utilizados pelos mais diversos segmentos no mercado.


Resumidamente, o as a service disponibiliza a infraestrutura necessária para o funcionamento de um serviço, assim como a disponibilização do sistema para isso.Hoje, Airbnb, Uber, Dropbox são alguns exemplos de empresas que utilizam do formato as a service para estarem conectadas aos seus clientes/usuários, e assim, atender às suas necessidades de forma ágil e simples.


O que é o Banking as a Service?


Agora que você já sabe o que as a service fica mais simples de entender o Banking as a service, ou mais popularmente BaaS. Esse é o termo que usamos para definir as plataformas de serviço financeiro, que surgem com uma nova proposta ao oferecer serviços financeiros que proporcionam uma experiência mais simples, ágil, sem burocracias.


Algo que difere se pensarmos sob o lado dos bancos mais tradicionais, não é mesmo?


Outro ponto interessante ter em mente de forma clara, é que o BaaS geralmente está ligado a fintechs e que oferecem aos seus clientes e parceiros de negócios esses serviços financeiros, sem a necessidade de serem uma instituição financeira tradicional. Contratar o Banking as a Service significa ter um banco ao seu serviço, para atender o que precisa, sem burocracia e tendo acesso a recursos, como:

  • Controle e gestão de entradas e saídas;

  • Personalização e automação do setor financeiro da sua empresa;

  • Agilidade para resolver e sanar possíveis problemas (redução da clássica burocracia financeira).

Importante: Pense que o BaaS tem o papel de instituição de pagamento e de emissor, deixando para a empresa essa autonomia.


Mais vantagens que o BaaS proporciona


Mais segurança

Esse serviço oferece tanto segurança quanto escalabilidade para as empresas, garantindo dessa forma, segurança para as transações feitas.


Mais atrativo para os clientes

Oferecer soluções para as principais necessidades dos clientes, aumenta a probabilidade de atrair mais clientes, reter e ainda provocar um sentimento de aproximação e fidelização, para além de estarem satisfeitos com os serviços se sentirem próximos da empresa.


Menores custos

O BaaS possibilita o acesso a diversos serviços, sem a necessidade de possuir em caixa um capital tão grande, como o das grandes instituições bancárias tradicionais.


Facilidades no pagamento

Com o BaaS você consegue fornecer o parcelamento do valor, sem precisar de um intermediário bancário para isso. Essa divisão é oferecida pela própria empresa e apoia no processo de conversão das vendas custo mais alto.


E como o Banking as a Service funciona?


Com a plataforma BaaS você tem toda a autonomia para gerenciar e desenvolver todo o sistema de pagamento da sua empresa, sem a necessidade de precisar que o banco faça isso.


As empresas que funcionam neste modelo têm a principal característica de serem nativas digitais. Dessa forma a instituição financeira, oferece um conjunto de API's que realizam essa comunicação entre banco e terceiros. Assim, as empresas que aderem ao BaaS conseguem acesso às funcionalidades de um banco e dessa forma personalizar e criar os recursos personalizados conforme as suas necessidades e dos clientes.


Essa agilidade e simplificação dos serviços oferecidos pelo BaaS acontece, justamente por ele ser uma integração direta entre os serviços digitais do banco com as outras empresas que não possuem atividades bancárias.


Assim, a empresa pode oferecer os serviços financeiros, que possui características de banco, para o consumidor e proporcionar a ele uma experiência completamente personalizada, diferenciada e que supre as necessidades de forma assertiva.

 

Agora que você já tem ideia do que é o BaaS, como funcionam e algumas das suas vantagens fica mais simples de entender porque esse modelo vem se tornando uma tendência tão popular e cada vez mais parte das nossas rotinas.


Quer saber mais sobre o conteúdo ou ficou com alguma dúvida, comenta com a gente nas redes sociais, no Instagram @safe2pay.br ou no nosso post no LinkedIn!

Posts recentes

Ver tudo