• Isabella Schmitt

A era das startups

O conceito vêm ganhando espaço entre pequenas e grandes startups que cada vez mais buscam alcançar o feito e fazer parte do grupo das raras empresas unicórnios do país. Se você ainda não conhece esse termo, vamos te explicar além de trazer exemplos dos grandes players brasileiros que conseguiram chegar lá. Segundo o site CB Insights atualmente existem mais de 400 empresas unicórnios no mundo, incluindo as Decacorn e as Hectocorn. Só no Brasil temos o total de dez startups com o título de unicórnio, sendo o terceiro maior criador de unicórnios do mundo, ficando atrás dos Estados Unidos e China, segundo dados da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

A figura mitológica


Os unicórnios são animais mitológicos famosos por serem raros de ser avistados. Os relatos que se tiveram sobre essa criatura mística os descrevem como cavalos, geralmente, brancos, com crinas sedosas e um único chifre no centro da sua testa em formato de espiral, alguns ainda diziam que esse chifre emitia um brilho natural. Sua figura é ainda muito associada a força e a pureza, onde apenas mulheres virgens conseguiam o ver e se aproximar da dócil criatura, que podia manifestar comportamento hostil ao se sentir em perigo.

Mas o que são empresas unicórnios?


O mito das empresas unicórnios surgiu como o feito raro que algumas startups conseguiram atingir ao longo do século XXI. Essa denominação surgiu com Aileen Lee, fundadora da Cowboy Ventures, que buscava um termo para descrever as startups que conseguiam atingir a marca de US$ 1 Bilhão de dólares em avaliação do mercado. Arrecadando essa quantia antes de vender suas ações para o público e se tornar um IPO (Initial Public Offering, ou em português, Oferta Pública Inicial — OPI).

Mas o que é IPO?


O IPO é o processo de abertura de capital de uma empresa. É nesse momento que a empresa abre, pela primeira vez, a venda de parte das suas ações na Bolsa de Valores. Além do termo de unicórnio existe outros dois, ainda mais raros, que podem ser cobiçado pelas startups:

  • Decacorn ou super unicórnios: é a startup que alcança a marca de valorização superior aos US$ 10 bilhões de dólares. A Uber e o Nubank são exemplos de Decacorn.

  • Hectocorn: são aquelas startups que superam a marca de US$ 100 bilhões de dólares, sendo extremamente raras, dadas as condições necessárias para serem classificadas desse modo.

Vale lembrar que


A definição de startup é bem variável, especialistas dividem opiniões no quesito de como definir o que é considerada uma startup. Aqui vamos usar a definição: empresas jovens que buscam a inovação em qualquer área ou ramo de atuação, buscando desenvolver um modelo de negócio escalável e seja repetitivo. Essas empresas começaram a surgir nos anos 90, com a Google sendo a primeira super-unicórnio da década. A partir daí, nos anos 2000, o Facebook atingiu essa marca, sendo a super unicórnio da nova década. Hoje em dia, essas duas empresas não fazer mais parte da lista de unicórnios, pois já fizeram seus IPO’s.

Critérios para ser um Unicórnio

Para receber a classificação de unicórnio é necessário se encaixar dentro de alguns critérios que podem colocar sua startup nesta lista grandiosa. Todas essas grandes empresas possuem características em comum, como:

  • Inovação Disruptiva Uma característica das startups unicórnios é quebrar barreiras e revolucionar o segmento em que pertencem. A necessidade de sair da bolha e arriscar em novas possibilidades e ideias é capaz de modificar os hábitos dos usuários. Como a Uber que mudou o modo de como as pessoas se locomovem.

  • Vantagem de ser o primeiro Revolucionar um segmento e ser a primeira São características que andam juntas nas startups unicórnios. Essa vantagem de pensar a frente e fora dos padrões comuns, fazem as startups sejam pioneiras com suas soluções inovadoras e que são continuamente aperfeiçoadas.

  • Investimentos tecnológicos A tecnologia faz parte da rotina e dos meios de desenvolvimento dessas empresas. Se reparar, grande parte dos unicórnios atuais, ganharam esse posto utilizando da tecnologia para trazer praticidade aos seus consumidores. Um exemplo disso é o Airbnb que possibilitou a reserva de estadias de qualidade por preços em conta, além de uma experiência intuitiva no uso do sistema.

  • Foco no usuário Os unicórnios funcionam com foco total na experiência do consumidor. Tudo é pensado, como já dito, em trazer praticidade ao cotidiano dos usuários. Esse é o objetivo: identificar as dificuldades do dia a dia e desenvolver um meio de resolvê-la da melhor forma possível.

Algumas startups brasileiras que se tornaram unicórnios


Agora que já conhecemos o que significa ser uma startup unicórnio e como elas surgem no mercado, vamos conhecer os unicórnios brasileiros que estão presentes no nosso dia a dia nas mais diversas áreas.

  • 99 Se tornou um unicórnio em maio de 2017, oferecendo o serviço de carro particular e táxi a partir do seu smartphone.

  • Nubank Se tornou um unicórnio em março de 2018, oferecendo o serviço de conta digital e cartão de crédito e débito sem anuidades.

  • Arco Educação Se tornou um unicórnio em setembro de 2018, não sendo uma startup a Arco entrou na lista por utilizar a tecnologia a seu favor. Focada em trazer soluções educacionais desde da educação infantil a até ensino médio.

  • Stone Se tornou um unicórnio em outubro de 2018, mas já está quase deixando a lista, pois já fez seu IPO. Chegou no patamar de unicórnio por meio da maquininha descomplicada para o seu negócio.

  • Ifood / Movile Se tornou um unicórnio em novembro de 2018 ao revolucionar o meio de delivery de comida.

  • Movile Se tornou um unicórnio em novembro de 2018 também. É uma investidora do iFood, SpoonRocket e Sympla; dona da PlayKids, Wavy e Rappi Marketplace.

  • Gympass Se tornou um unicórnio em junho de 2019, oferece o serviço de assinatura de pacotes que permitem acesso a diversas academias em todo o país.

  • Loggi Se tornou um unicórnio em junho de 2019, oferecendo o serviço de encontrar motoboys qualificados para realizar entregas expressas.

  • QuintoAndar Se tornou um unicórnio em setembro de 2019. Revolucionou e descomplicou o serviço de aluguel, atuando atualmente em 30 cidades no país.

  • Ebanx Se tornou um unicórnio em outubro de 2019. Com a solução de conectar pessoas através dos meios de pagamentos, tanto nacionais quanto internacionais.

  • Estúdio de games Wildlife Se tornou um unicórnio em dezembro de 2019. Entrando no mercado de games, considerada uma das dez maiores empresas de jogos móveis do mundo.

  • Loft Se tornou um unicórnio em janeiro de 2020. Com a ideia de facilitar a compra e venda de imóveis, vem ganhando espaço no país, hoje atuando em São Paulo, mas com planos de expandir para outras regiões.

  • Vtex Se tornou um unicórnio em setembro de 2020. É uma plataforma de comércio digital para empresas que permite que grandes marcas atinjam seus clientes em qualquer canal e descubram novas áreas de crescimento.

  • C6 Bank Se tornou um unicórnio de dezembro de 2020. É um banco digital brasileiro que oferece, entre outros serviços, conta-corrente, cartão de crédito e opções de investimento. Seus produtos são direcionados para pessoas físicas, pequenas e médias empresas.

  • Creditas Se tornou um unicórnio em dezembro de 2020 também! É uma startup brasileira do segmento de serviços financeiros, atuando em 2020 como a principal plataforma online de crédito com garantia do Brasil.

  • MadeiraMadeira Se tornou um unicórnio em janeiro de 2021. O e-commerce é especializado na venda de móveis e decorações para casa. Com vendas principalmente no meio digital, mas também tendo algumas lojas físicas espalhadas pelo país.

  • Hotmark Se tornou um unicórnio em março de 2021. É uma plataforma voltada para a venda, distribuição e consumo de produtos digitais. Conhecida principalmente por ser uma plataforma de hospedagem de cursos online.

  • Mercado Bitcoin Se tornou um unicórnio em julho de 2021. É uma corretora brasileira que realiza serviços de intermediação de compra e venda de criptomoedas por meio de uma plataforma online.

  • Único Se tornou um unicórnio em agosto de 2021. É a primeira IDTech brasileira a oferecer soluções de biometria facial e admissão digital.

  • Nuvemshop

  • Se tornou um unicórnio em agosto de 2021 também. É uma plataforma de e-commerce, com mais de 90 mil lojas ativas, ela integra produtos, pagamentos e envios com diferentes canais de vendas, como Facebook, Instagram, marketplaces e lojas físicas.

  • Frete.com Se tornou um unicórnio em novembro de 2021. Já é a maior plataforma de fretes rodoviários da América Latina. Buscando eliminar a ineficiência do transporte de cargas e ajudando transportadoras a aumentar a segurança e a produtividade na contratação de caminhoneiros e reduzir os custos diretos e indiretos do transporte.

  • Cloudwalk Se tornou um unicórnio em novembro de 2021 também! A fintech cria desde 2013 tecnologias de pagamento com recursos de inteligência artificial, computação em nuvem e blockchain.

  • Daki Se tornou um unicórnio em dezembro de 2021. Com um App de delivery, promete entregas rápidas e com uma experiência de mercado 100% digital.

  • Merama Se tornou um unicórnio em dezembro de 2021 também! A empresa atua comprando participação em lojas on-line para impulsionar as vendas no varejo digital.

  • Olist Se tornou um unicórnio em dezembro de 2021. É uma startup que trabalha no segmento de e-commerce, mas principalmente, como marketplace, simplificando a venda digital.

  • Facily Se tornou unicórnio em dezembro de 2021. É um social commerce que reúne diversos produtos por um preço menor, incentivando as compras em grupo.

  • Neon Se tornou unicórnio em fevereiro de 2022. Oferece conta digital gratuita, além de cartão de crédito e débito sem anuidades entre outras coisas.

E aí, vocês conheciam esses unicórnios? Vale lembrar que a lista é constantemente atualizada, afinal o movimento de se tornar uma empresa de grande valor de mercado é cada vez mais frequente.



Posts recentes

Ver tudo